A JANELINHA

Loja para Bebé - Decoração, Móveis, Enxoval e Puericultura 

  Loja para Bebé - Decoração, Móveis, Enxoval e Puericultura

SEGURANÇA AUTO

Para saber algumas normas sobre o uso das cadeiras auto ou para perceber qual a melhor opção que deve tomar para o seu filho, veja a seguir quais os grupos existentes e as respectivas características.



Cadeiras Auto - Crash Tests

 

Grupo 0

ALCOFA - ideal para Recém Nascidos

Grupo 0+

Para bebés até aos 13 kg - o chamado "ovo"

O bebé tem o pescoço muito frágil e a cabeça muito grande e pesada. Por isso, quando sentado, deve viajar sempre numa cadeirinha voltada para trás. Só assim, num choque frontal, as costas, cabeça e pescoço da criança serão amparados uniformemente.


As cadeirinha voltadas para trás são as que protegem de forma mais eficaz - em caso de acidente podem salvar a vida de 9, em cada 10 crianças. É preferível a sua colocação no banco de trás do automóvel, apesar de a legislação portuguesa não o obrigar. Nunca podem ser usadas no banco da frente se houver um airbag frontal activo. Às vezes, uma travagem mais brusca pode activar o airbag (mesmo que esteja desligado), impulsionado violentamente a cadeira contra o encosto, podendo magoar seriamente o bebé ou mesmo sufocá-lo.


A criança não deve viajar voltada para a frente antes de completar 18 meses, mesmo que tenha mais de 9 quilos. E cada vez mais se fala em prolongar esta posição o máximo de tempo possível, até aos 3 ou 4 anos.

 

Grupo 0/1

Para Bebés entre os 0 e os 18 kg 

Muitas vezes não é possível usar o "ovo" até a criança ter 18 meses, pois ele atinge esse peso com uma idade inferior.


As cadeiras auto do Grupo 0/1 são especialmente indicadas para bebés que atingem o peso máximo para poderem circular no "ovo" (cerca de 12/13 kg) mas ainda não têm idade para deixar de circular numa cadeira colocada de costas para a estrada (18 meses), posição bastante mais segura em caso de impacto.


Um bebé de 12 meses com 13 quilos tem a mesma estrutura muscular e óssea de um bebé da mesma idade com apenas 9 quilos.


As cadeiras deste Grupo são concebidas para poderem ser colocadas nas duas posições: no sentido inverso da marcha para bebés com menos de 18 meses; de frente para a marcha para bebés com mais de 18 meses. 


  Cadeiras Auto - Porque razão a posição inversa à marcha é mais segura?


Veja aqui o Vídeo e compare os testes de impacto nas duas posições.

 

Grupo 1

Para Bebés entre os 9 e os 18 kg, mas pelo menos com 18 meses

As cadeiras auto do Grupo 1 são indicadas apenas para bebés que atingem o peso máximo para poderem circular no "ovo" com mais de 18 meses, pois estas cadeiras só podem ser instaladas no sentido da marcha. Os testes de segurança efectuados pelas diferentes marcas mostram que, pelo menos até aos 18 meses, as crianças devem circular numa cadeira colocada no sentido inverso ao da marcha.


A Cadeira Bobob Plus com isofix da Bebecar é um dos melhores modelos deste segmento

 

Grupo 2/3

Para Crianças entre os 15 e os 36 kg

 

 

» Nunca transporte o "ovo" no banco dianteiro, mesmo com o airbag desligado. Embora a legislação em Portugal o permita, vários dados estatisticos demonstram que em caso de acidente, os danos são mais graves se o bebé for no banco da frente. Em alguns países da Comunidade Europeia transportar cadeiras à frente já é proibido.

» Os cintos da cadeira devem passar na ranhura abaixo do ombro do bebé (posicionada atrás) para que não fique nenhuma folga entre a cadeira e o bebé.

» A distância entre o bebé e o cinto deve ser apenas confortável. Um dedo de intervalo é demasiado. Ajuste os cintos até ficarem justos mas não apertados.

» Apesar de a legislação portuguesa não obrigar ao uso de cadeiras auto nos táxis, nunca ande com uma criança desprotegida neste meio de transporte. Se tiver que utilizar um táxi, use a sua própria cadeira. O colo da mãe ou do pai não é seguro, mesmo que a criança vá firmemente apertada com os braços ou presa com o cinto de segurança que também prende o adulto.

» As crianças que já não necessitam de cadeira devem continuar a viajar nos bancos traseiros no caso do automóvel ter airbag pois este dispositivo está concebido para a protecção de adultos. A abertura de um airbag pode causar danos sérios ou mesmo a morte a um adolescente.

» NUNCA facilite! Muitos danos irreversíveis em bebés e crianças são consequência de travagens bruscas e de acidentes em percursos pequenos. As estatisticas apenas falam de acidentes mortais, mas raramente se fala em danos permanentes como a paralisia total ou parcial em consequência de acidentes com bebés ou crianças que viajam em cadeiras mal colocadas ou que viajam mesmo sem qualquer tipo de protecção.

» ...

 

 

 

&

ACÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO SOBRE TRANSPORTE DE

CRIANÇAS NO AUTOMÓVEL

  

 

 

E para a Futura Mamã...

 

Viaje sempre com o cinto de segurança abaixo da barriga para que em caso de impacto não haja pressão sobre o bebé.

 

Seja como

condutora...

 
 

 

Seja como Passageira...

  

Conheça

o nosso Cinto de Segurança para Grávida aqui

 

 

 

E ainda...

No Automóvel

Há confusões que resultam da falta de informação, mas também das velocidades diferentes a que a ciência, a técnica e os comportamentos humanos andam. Tornou-se prática que cerca dos nove meses ou dos nove quilos os pais começassem a pensar em mudar o "ovo" para uma cadeira "normal", virada para a frente. Ora, há quase dez anos que se sabe que o pescoço do bebé, antes dos dois anos e meio, não tem força nem reacção muscular suficientemente rápida para aguentar uma travagem ou embate no sentido do trânsito, podendo sofrer danos neurológicos. É recomendável que as crianças viajem voltadas para trás até aos dois anos e meio. E, embora raras, há cadeiras (grupo 0-1) que permitem a dupla função embora nas lojas raramente essa informação seja dada. os pais devem exigir informação, bem como experimentar a cadeira no próprio carro.

Prof. Mário Cordeiro - Médico Pediatra

in, Notícias Magazine - 23.Ago.2009